Perfil Perfeito

Não se iluda com rede social. Não pense que o feed do Instagram é igual a vida do dono do perfil. Não! Não é! 

Lá no Instagram o perfil perfeito também chora, também se sente mal, tem dias ruins, o cabelo não colabora, acha que a aparência não tá boa, o trabalho não tá bom, a vida tá ruim!

Mas no feed é perfeito. As cores ornam, a sequência bate, as curtidas só aumentam. Mas na vida real talvez os amigos diminuem, tudo é preto e branco, e embaralhado. Não é real. Na foto está rindo com um copo de bebida na mão, mas na verdade está chorando por dentro e só está bebendo por status.

Posa com aquela pessoa do lado, só para provocar alguém, mostrar algo pra outro e a pessoa em si, lá da foto, não significa nada. A legenda presa o amor, amizade e lealdade, mas o perfil perfeito é incapaz de amar, não é leal a ninguém e amizades, talvez, poucas, pouquíssimas.
A vida do perfil perfeito também é ruim, ele também chora por alguém, por uma situação ruim, por uma insegurança. Ele também se sente enganado, passado para trás, desvalorizado. As festas, as bebidas, os amigos, os sextous, podem não ser reais. Vai buscar algo lá fora, porque dentro já não tem mais nada.
Chega em casa da noitada, encosta a cabeça no travesseiro, com preguiça de tirar a roupa. Adormece sempre com a sensação de vazio. Solidão. Sozinho. Só. Solitário. Acorda com o sol no rosto, queimando o pensamento que deseja não acordar. Se levanta, toma banho e olha no espelho embaçado uma expressão que, na noite anterior, no banheiro da balada, não estava lá. Se rasteja, coloca a roupa e vai para o trabalho. O emprego que já passou da hora de sair, de receber um aumento, de ser notado, valorizado. Tem vontade de sair, de não ter rotina, de trabalhar em casa, talvez de pijamas, talvez de terno. Escolher entre sapato social e chinelo seria a grande dúvida do dia.
O almoço é frio, a comida sem tempero, o preço é alto e a companhia desagradável. Pega uma sobremesa deliciosa para aliviar a semana ruim, os pensamentos horríveis e as péssimas pessoas. Cada colherada significa vida nova.
Mais uma vez, chega em casa e a decoração está impecável, o rebaixamento em gesso de primeira qualidade e os móveis da loja mais cara é chique da cidade. O perfil perfeito deita em sua cama king, que o cabe atravessado. Sozinho. Pega o celular, olha suas fotos e seus vídeos daquele dia.
“Café da manhã saudável, indo para o trabalho num carro bacana, os amigos do trabalho sempre divertidos e parecendo desfile do São Paulo Fashion Week. O almoço no restaurante badalado, o prato lotado de coisa verde, a sobremesa para alegrar. Voltando para a casa, um trânsito pesado e a paquerada com a moça no padrão perfil perfeito, que está na pista ao lado. A foto no elevador, a foto no espelho do banheiro com o cabelo molhado e a toalha cobrindo o que seria censurado.”
Mais uma vez a noite chega. A cama vazia. A mente cheia. O celular lotado de notificação. Facebook, Instagram, LinkedIn, email, Tinder, Happn, milhões de mensagens no Whatsapp. Nenhuma o deixa feliz.
Mais uma vez o perfil perfeito adormece, deitado em sua cama king, vazia. Dessa vez, pelo menos, ele lembrou de fechar a persiana, para o sol não queimar os pensamentos de solidão.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s